05 abril 2010

Que caminho tomar?

Faz tempo que as pessoas passam pela vida lutando, entendendo que são elas próprias que definem os seus objetivos, que conseguem chegar aqui e ali pautadas, única e exclusivamente, na força do seu braço; na força da sua inteligência. Mero engano, sofrem de deficiência visual espiritual...

Deus observou este comportamento doentio nas Suas queridas e nos Seus queridos. Foi pensando em curá-los que enviou Jesus Cristo ao mundo. Ele deveria informar as pessoas sobre o Seu amor; curar as pessoas de todas as suas doenças; indicar o caminho às pessoas, caminho este que conduziria ao Reino de Deus. E assim, de uma forma mansa e tranquila, Jesus cumpriu Sua parte sem nunca controlar com mão de ferro a vida das pessoas. Sua pregação se resumia no respeito e no amor ao próximo. Ele tinha clareza que o mundo poderia mudar se as pessoas mudassem o seu modo de vida.

Sim, Jesus se deixou absorver completamente por esta tarefa de divulgação do reino de Deus. Alguns O silenciaram por causa dessa mensagem, mas Deus fez com que o fogo vivo da ressurreição brilhasse. Esse fogo vivo se reflete no meio de todos nós a partir do Espírito Santo, da Palavra de Deus. Sim, a Boa Palavra de Jesus se impôs no passado e continuará se impondo no futuro. Não é o show, cheio de brilhos e alto-falantes, que vai mudar o mundo para melhor, mas é o crescimento silencioso e persistente da nova vida que Deus nos presenteia que fará isso.

Quantas pessoas com deficiência visual espiritual! Todo dia, temos a possibilidade de visualizarmos a paisagem que nos rodeia. Vivemos dentro de um belo jardim cheio de flores; de um pomar repleto de árvores carregadas de frutas; de um campo onde as ovelhas e as vacas estão a pastar, mas, cegos, nos entendemos dentro de um deserto ora com muito frio, ora com muito calor. Assim, nem percebemos que Deus criou o céu colorido e a terra com todas as cores possíveis; nem nos damos conta que fomos presenteados com tanta beleza. Umas vezes com frio, outras com calor, cegos, vamos pela vida sem percebê-la; sem nos darmos conta de que somos chamados a servir, a continuarmos mudando o mundo de forma suave, modesta e persistente tal como Jesus o fez.

Em Isaías 42.16a se lê que “Deus guiará os cegos por um caminho que não conhecem”. Todos nós somos pessoas cegas e mesmo assim Deus nos guia. Ele nos aceita assim como somos. Pessoas cegas não vêem o caminho por onde trilham. Mesmo que elas conheçam o trajeto que precisam percorrer, lhes é difícil caminhá-lo. Imaginem sua dificuldade quando precisam andar por estrada desconhecida. Todos somos cegos para caminharmos pelo caminho que conduz à salvação, mas que coisa boa: o Senhor nos orienta os passos na direção do Reino de Deus. Felizes eternamente são as pessoas que agarram na mão do Grande Guia; que confiam plenamente no fato de que Deus pode bem nos conduzir. Quando estas pessoas tiverem alcançado o objetivo final, Deus lhes abrirá os olhos para que, finalmente, possam ver o caminho pelo qual Ele as guiou. Nesta hora elas haverão de louvar como nunca louvaram...
Compartilhar:
←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

Rádio

Grupo de Oração

Grupo de Oração

Postagens antigas

Postagens mais visitadas

Reflexão

Mensagens

Nossa Senhora Fátima

Nossa Senhora Fátima

Parceria

Parceria

Parceria

Postagens populares