08 abril 2010

Eucaristia, remédio contra o pecado!!!

Vivi uma experiência inesquecível há algum tempo. Num encontro onde estive pregando, durante uma Santa Missa, enquanto distribuía a comunhão, percebi uma alergia muito intensa na mão de uma pessoa que recebia a Eucaristia. No momento em que coloquei a hóstia em sua mão, a alergia desapareceu. Após este episódio, fiquei me perguntando: "Senhor, o que vi foi mesmo real ou impressão minha? O Senhor a curou?"

Após a comunhão, durante uma oração de cura, comecei a orar pelos presentes e tive a coragem de anunciar aquela cura. Falei em voz alta: “Onde você estiver, se manifeste e mostre para as pessoas a sua mão” A resposta foi imediata: com lágrimas nos olhos a pessoa mostrou a todos a mão curada.

Recebemos, na Canção Nova, muitos testemunhos de pessoas que foram curadas fisicamente através da Eucaristia. O Senhor tem realizado verdadeiros milagres.

A Eucaristia é como um remédio que temos de tomar constantemente, até ficarmos curados, principalmente quando a nossa luta é contra um determinado pecado que não conseguimos vencer.

Se frequentemente recebermos o Corpo do Senhor, seremos vencedores nessa luta em busca da cura e libertação.

Você já viu algum doente sentir vergonha de tomar remédio porque tomou muitos medicamentos e não foi curado? Não há motivos para se envergonhar. O que o doente deve fazer é continuar tomando o remédio, até ser curado. Com a Eucaristia também é assim.

Quando estamos em tratamento médico, enquanto não somos curados, voltamos várias vezes ao consultório. Podemos mudar de médico, mas continuamos tomando remédio até nos curarmos completamente.

Com o pecado, que é doença da alma, precisamos agir assim também: confessar quantas vezes forem necessárias e comungar frequentemente; porque a cura do pecado é mais difícil do que a cura das doenças físicas.

Precisamos desses dois sacramentos: Eucaristia e Penitência. Confesse e comungue, mesmo que sinta fraqueza ou tentação. Enquanto não voltarmos a pecar gravemente, comunguemos sem medo. É o processo usado para o tratamento de uma ferida: limpar primeiro, depois colocamos o remédio. Assim deve ser com a ferida da alma: limpá-la por meio da Confissão e em seguida medicá-la com a Eucaristia – para curá-la.

Deus quer combater nossas feridas e, para isso, precisamos desses dois sacramentos, que são amostras do amor infinito de Jesus por nós.

Ele nos manda perdoar setenta vezes sete, porque também está disposto a nos perdoar setenta vezes sete, até que sejamos curados.

É pela nossa perseverança que venceremos. Lute! Jesus já lhe deu o remédio infalível: a Confissão e a Eucaristia. A vitória está em nossas mãos!

Jesus quis dar-se totalmente na Eucaristia para vir em nosso auxílio e nos curar de acordo com as nossas necessidades: em nossas mentes, nossos olhos, nossos ouvidos, nossos lábios, nosso corpo, nosso coração, nossa sexualidade. Ele vem pessoalmente, “corpo a corpo” para nos curar e nos dar vitória sobre o pecado.
_______________________________________________________
Monsenhor Jonas Abib
Trecho do Livro "Eucaristia, nosso tesouro" de Monsenhor Jonas Abib
Compartilhar:
←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

Rádio

Grupo de Oração

Grupo de Oração

Postagens antigas

Postagens mais visitadas

Reflexão

Mensagens

Nossa Senhora Fátima

Nossa Senhora Fátima

Parceria

Parceria

Parceria

Postagens populares