16 setembro 2010

A graça de Deus respeita a nossa liberdade

A graça de Deus respeita a nossa liberdade; a pior coisa que nós podemos fazer é abandonar ao Senhor e a Sua graça, porque se o fizermos estaremos sujeitos a todo tipo de erro e a todo tipo de mal.

A Palavra diz assim: “Permanece firme na tua tarefa, meu filho, ocupa-te bem dela e envelhece cumprindo os teu deveres” (Eclesiástico 11, 21).

Qual é a tarefa na qual você deve permanecer firme? São as que você tem no seu dia-a-dia. Ocupe-se bem delas. O que você for fazer, faça-o bem. Seja um homem honrado, mantenha a sua palavra. Porque quem negligencia o seu trabalho é ladrão do próprio salário. Ser honrado no trabalho é cumprir a nossa parte no acordo.

Cumpra seus deveres para com Deus e para com as pessoas que estão com você. Como pai, mãe, filho, você tem um dever e temos o dever sobre o qual a Palavra nos fala: a ninguém fiquemos devendo nada, a não ser o amor. Nós temos uma dívida de amor para com as pessoas e a devemos cumprir da melhor maneira possível.

Não fique admirado com aquele que se fez rico com o pecado (cf. Eclesiástico 11, 22), porque este não é digno de admiração; isso não é vitória, é derrota. Como vamos dar os parabéns a uma pessoa que roubou alguém? Quem subiu na vida à custa de alguém, essa pessoa prejudicou o outro e não merece admiração.

É fácil aos olhos de Deus enriquecer o pobre num instante (cf. Eclesiástico 11, 23), e eu creio nesta Palavra, porque tudo posso n'Aquele que me fortalece. É do Espírito Santo que me vem a força, que me vem a graça. A graça de Deus me dá a determinação. Precisamos dela [da graça divina] para adquirirmos sabedoria e não ficarmos criando projetos aqui e acolá. É o Senhor quem nos dará sabedoria para escolher o que será melhor para nós e para os que estão à nossa volta.

É próprio do Espírito Santo fazer aparecer o que é obra de Deus no coração do homem, porque o Paráclito [Espírito Santo de Deus] veio para fazer a obra de Cristo nas nossas vidas.

Sucesso não é ter glamour aos olhos das pessoas, sucesso não é ser reconhecido, mas sim, ser feliz naquilo que fazemos. É alegria no coração. Sucesso é viver com dignidade, tendo aquilo que somos capazes de administrar. Ter sucesso não é fazer coisas além das nossas capacidades, mas é cumprir bem as nossas tarefas.



Não importa o que os outros pensam, importa que façamos bem todas as coisas e com alegria, contando sempre com a graça de Deus.

O tempo da alegria nos faz esquecer da dor (cf. Eclesiástico 11, 27). Na hora do sofrimento e da espera, coloque os seus olhos em Jesus, olhe para Ele. Porque até mesmo uma oração de Cristo não foi atendida quando Ele levou consigo Seus amigos e pediu que eles ficassem ali porque a Sua Alma estava triste e quando disse ao Pai que se fosse possível afastasse d'Ele aquele cálice; mas ao final Ele afirmava que não se fizesse a vontade d'Ele. E quando Ele voltou os Seus discípulos estavam dormindo.

Todos nós passamos por momentos de escuridão, de solidão em nossas vidas, mas não orar nesses momentos ou se conformar com eles é deixar o coração endurecer. Se esse momento de dor chegou na sua vida, não esmoreça, mas vigie e ore.

Como vigiar? Permanecer firme na sua tarefa, faça bem o que tem de fazer e não fique olhando o que os outros conseguiram no pecado. Porque nós vigiamos e esperamos em oração no Espírito Santo, que vigia e intercede por nós. Se estamos no tempo da tristeza, vigiemos e esperemos, porque para Deus é fácil transformar a tristeza e os males em grande alegria.

Põe a sua confiança em Deus, porque o Senhor virá em seu socorro!
___________________________________________________ 
Márcio Mendes
Comunidade Canção Nova
Compartilhar:
←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

Rádio

Grupo de Oração

Grupo de Oração

Postagens antigas

Postagens mais visitadas

Reflexão

Mensagens

Nossa Senhora Fátima

Nossa Senhora Fátima

Parceria

Parceria

Parceria

Postagens populares