21 fevereiro 2014

O medo x voc


Imagem de Destaque


Ele nos faz ver o que não existe.

Share on facebookShare on twitterShare on google_plusone_shareShare on email
Dizem que está escrito, na Bíblia, 365 (trezentas e sessenta e cinco) vezes, a expressão “não tenhais medo”; isso significa que, a cada dia do ano, temos de nos lembrar de que podemos vencer este inimigo.

Mesmo que essa conta não seja exata, o certo é que, neste duelo – medo x você –, Deus quer fazê-lo vencedor. Ele não vai lutar por você, mas lutará contigo. Não sei se você percebeu, mas já está na arena da vida. A luta já vai começar. Resta saber quem vai vencer, você ou o seu medo.

Há muitos tipos de medo: do passado, do presente ou do futuro; medo de pessoas de dentro de casa ou de fora dela; medo de solidão e de multidão, medo de morrer e de viver. Alguns têm medo de homem; outros, de mulher. Há pessoas que têm medo dos vivos; outros, dos mortos. Uns com medo da traição; outros, da paixão, do perdão (dar ou receber); medo de falar, de calar; medo do conhecido ou do desconhecido... Enfim, são muitos os tipos de medo. Escrever uma lista deles é quase impossível.

Certa vez, ouvi padre Ruffus dizer que o demônio é o “deus do medo”, e que se sentir apavorado é louvar os infernos. Quanto mais uma pessoa alimentar o medo, mais força terá o demônio para lhe fazer o mal. Medo e fé são como água e óleo: não se misturam, pois ambos não podem existir ao mesmo tempo dentro da mesma pessoa. Se o medo vencer, asfixiará a fé.

O temor, na maioria das vezes, surge na nossa imaginação. Como Santa Tereza dizia: “A imaginação é a louca da casa!”. Por isso, muitas vezes, o medo é como um manipulador, um “cara bom de papo” ou até um ilusionista, que nos faz ver o que não existe, acreditar no que não é verdade, e nos assusta com fantasmas já sepultados, mas que ele insiste em dizer que estão vivos.

Na grande arena da vida, os ponteiros da decisão apontam a hora de enfrentar os seus medos, não de mãos vazias, mas com “as armas da fé” (cf. Rm 13,12). Não se esqueça também de que todo lutador tem sempre um técnico que lhe diz o que fazer; o seu técnico é Jesus e Ele lhe diz: "Não tenhas medo" (Lc 8,50).

Quem não tiver coragem de enfrentar seus receios nunca descobrirá que é maior do que eles, não importa o nome que eles tenham. Você não pode mais lutar de costas, pois essa é a posição do pânico, dos covardes, dos derrotados. Na luta entre o medo e você, o cinturão da vitória é seu.
Compartilhar:
←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

Rádio

Grupo de Oração

Grupo de Oração

Postagens antigas

Postagens mais visitadas

Reflexão

Mensagens

Nossa Senhora Fátima

Nossa Senhora Fátima

Parceria

Parceria

Parceria

Postagens populares