20 outubro 2014

Como estimular os talentos dos nossos filhos


            Como estimular os talentos dos nossos filhos


A maioria dos pais querem estimular os filhos, mas primeiramente precisam diferenciar o conceito de dom e talento, e também o que é hereditário ou adquirido.

A palavra “dom” deriva do latim e significa “dádiva”, ou seja, é um presente de Deus para cada ser. É uma capacidade inata, um potencial para fazer algo que os outros têm dificuldades. No dia a dia, vivenciamos isso entre os nossos filhos, as facilidades e dificuldades de cada um. Por isso, precisamos ficar atentos para descobrir os dons que Deus deu para eles, pois estão ligados à missão que eles têm no mundo, como o dom de cantar, tocar ou exercer o ministério de música.



A palavra “talento” tem origem latina e significa “aptidão natural” ou “habilidade adquirida”. Há tendências que precisamos observar em nossos filhos desde que eles são bebês e estimulá-los de forma lúdica, pois aprendem brincando. O talento é uma habilidade que pode ser desenvolvida com ambiente propício, orientação, treinamento e perseverança.

Existem talentos escondidos que precisam ser trabalhados, mas não faça disso uma batalha. Apesar de ser uma tarefa séria, aja naturalmente nas brincadeiras que acontecem no dia a dia.Quanto mais incentivarmos os desejos das crianças e as desafiarmos, mais habilidades conhecidas ou escondidas elas poderão desenvolver.

A escola pode nos ajudar ou impedir o aprendizado de alguns talentos. A nossa escolha foi por escolas que utilizam mecanismos lúdicos para conquistar e manter a atenção das crianças? Se a resposta for ‘sim’, com certeza esses espaços manterão a motivação para o desenvolvimento de talentos; senão, poderá ser fonte de desmotivação e abandono de habilidades talentosas.

Os nossos filhos observam as nossas ações, por isso, quando motivamos um resultado obtido por eles, a tendência é repetirem para serem recompensados novamente. O ser humano se movimenta pelo prazer ou pela dor, portanto, o elogio e a crítica nos fazem agir. Todos nós precisamos de elogios, ainda mais as crianças que estão descobrindo a vida. Então, por que não enxergar o que eles fazem de melhor?

Cuidemos para não colocar nos filhos desejos que são nossos. Se estivermos atentos e colocá-los em diversas atividades e brincadeiras, poderão encontrar os talentos que são verdadeiramente deles. Também é importante lhes ensinar que, por mais talentosos que sejam, precisam dos talentos dos outros, pois conhecem muito de uma área específica que pode e deve ser completada com o conhecimento alheio.

Existe uma pergunta: “Se meus filhos estão maiores, e eu não sabia dessas estratégias, nada pode ser feito agora?”. Claro que sim! Primeiro, porque você pode ter feito muitas coisas certas sem conhecimento prévio, mas sempre é tempo de desenvolver talentos. As empresas acreditam tanto nisso que fazem esse trabalho constantemente. Nunca é tarde para descobrir o que podemos fazer de melhor e focar nossos esforços para conseguir.

O primeiro passo é encorajá-los a descobrir seus talentos, estar disponível sem forçar a barra, encaminhá-los para profissionais que realizam testes vocacionais que facilite a descoberta de coisas que gostam de fazer e executam bem, que trazem satisfação e realização, admiram que sabem fazer, mas, acima de tudo, fascina e prende sua atenção.

No aprendizado, temos de deixar explícito que a perfeição da execução vem do treinamento. Todo dom ou talento que não é usado é desperdiçado. A Bíblia nos ensina, na parábola dos talentos, o que acontece com quem enterra o que recebeu. Entretanto, tudo que é colocado a serviço próprio e do outro traz sentimento de realização e alegria, e, segundo a parábola, será recebido com acréscimo.
Compartilhar:
←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

Rádio

Grupo de Oração

Grupo de Oração

Postagens antigas

Postagens mais visitadas

Reflexão

Mensagens

Nossa Senhora Fátima

Nossa Senhora Fátima

Parceria

Parceria

Parceria

Postagens populares