14 dezembro 2014

Você é uma bolha de sabão?


                          Você é uma bolha de sabão?

O encanto frágil nos traz a desilusão de uma realidade que não existe no mundo real de nossas experiências humanas

Belas e encantadoras são as bolhas de sabão. Elas fascinam pela beleza multicolorida em contato com o sol, mas essa beleza não dura mais que alguns segundos. Um piscar de olhos e elas já não existem mais. Encerram seu ciclo tão rápido quanto surgiram, vão-se como chegaram, não têm história para contar.



Vivemos em tempos de bolhas de sabão. Somos seduzidos pelas aparências e nos deixamos levar pela beleza transitória de algo que não dura mais que alguns momentos. Muitas vezes, nos perdemos correndo em busca do vazio contido dentro de uma bolha de sabão que nos promete a felicidade rápida. Iludidos pelas aparências, nos perdemos de nós mesmos e também de Deus. Iludidos pelas lindas bolhas de sabão que surgem em nosso caminho, corremos o risco de cair e tropeçar nas pedras ao longo da jornada.

Quando olhamos para a beleza efêmera das aparências, ficamos fixados naquilo que nos encanta, mas que não produz em nosso coração sabedoria. O encanto frágil nos traz a desilusão de uma realidade que não existe no mundo real de nossas experiências humanas.

Quando a bolha estoura, nada mais nos resta do que olharmos para a vida e nela buscarmos a beleza autêntica do cotidiano, com todas as suas dores e alegrias, que não são levadas pelo vento.

Muitos têm se tornado bolhas de sabão: vivem alimentando na alma uma existência despovoada de sentido, perderam-se dos valores que poderiam lhes proporcionar a autêntica felicidade. Criaram para si um mundo de bolhas de sabão, acreditaram naquilo que as impede de contemplar o amor real e concreto da vida. Alimentam a alma de espaços que nunca poderão ser preenchidos sem uma genuína experiência do amor de Deus.

Quando aqueles que viviam imersos em fantasias ilusórias acerca de Deus procuravam Jesus, tentando justificar suas fantasias, Ele mostrava com amor e paciência que aquelas ilusões não poderiam durar mais que um olhar de amor eterno. O carinho de Cristo imprimia em cada alma a realidade de uma existência pautada no amor incondicional de Deus por Seus filhos amados. Um amor real desfaz as ilusões da alma.

É preciso viver com os pés no chão e olhar para a transcendência do presente com admiração; assim, fazer do hoje a mais atraente experiência da ternura de Deus. Correr atrás daquilo que é superficial apenas aumenta no coração a lacuna de um amor construído em aparências ilusórias.

As bolhas de sabão são lindas, mas quando vistas apenas como uma brincadeira de criança. Não busquemos na vida concreta bolhas de sabão para nossas carências e vazios interiores.Busquemos a beleza de sermos amados por Deus e nos deixarmos amar por Ele.
Compartilhar:
←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

Rádio

Grupo de Oração

Grupo de Oração

Postagens antigas

Postagens mais visitadas

Reflexão

Mensagens

Nossa Senhora Fátima

Nossa Senhora Fátima

Parceria

Parceria

Parceria

Postagens populares